domingo, 19 de junho de 2016

«SACRED GROUND»

Western estreado em 1983, que teve realização de Charles B. Pierce e colaboração artística de Tim McIntire, Jack Elam, L. Q. Jones, Mindi Miller, Eloy Casados, Serene Hedin e Vernon Foster. A produção e distribuição foram assumidas pelas companhias Pacific International Enterprises e Wilderness Family Inc.. É um filme inteiramente rodado em exteriores no Oregon, colorido e com 100 minutos de duração. Sinopse : algures no Oeste, um pioneiro desposa uma mulher índia que está grávida. Ostracizado pela comunidade branca e pelos pele-vermelhas, o novo casal afasta-se da região e vai construir (por pura ignorância) a sua cabana num lugar de sepultura dos Paiutes; onde Little Doe dá à luz uma criança. A vingança dos índios será brutal, visto que a parturiente é morta e o seu filho raptado. Matt Colter, que sobrevivera ao ataque, vai recorrer à ajuda de um seu amigo -experiente homem das montanhas- para recuperar o filho... Infelizmente, eu nunca tive a ocasião de ver esta película; que no Brasil se intitula «Terra Sagrada».

«LAST OF THE DUANES»

Inspirado numa novela de Zane Grey (que teve meia dúzia de adaptações ao cinema desde 1919), esta fita foi realizada em 1941 por James Tinling. E teve na interpretação dos principais papéis os actores George Montgomery, Lynne Roberts, Eve Arden, Francis Ford e William Farnum. Apresenta a chancela da 20th. Century, foi filmado a preto e branco e tem uma duração de 57 minutos. A história contada é a um ranger do Texas que abandona o seu posto para perseguir o assassino de seu pai. Colocado na lista dos fora-da-lei estabelecida pela polícia rural a que pertencera, o jovem vai envidar esforços para ganhar, de novo, a confiança perdida... Filme inédito em Portugal. Titulo brasileiro : «O Último dos Duanes».

sábado, 18 de junho de 2016

«THE ANGEL AND THE BADMAN»

'Remake' de um conhecido western de 1947, realizado por James Edward Grant e protagonizado por John Wayne e Gail Russell. O filme em apreço, o mais recente, foi estreado em 2009 na TV e no vídeo e o seu director de actores foi Terry Ingram. Contrariamente à fita dos anos 40, «THE ANGEL AND THE BADMAN» foi filmada a cores. A sua duração é de 95 minutos. O elenco é encabeçado por Lou Diamond Pillips, por Deborah Kara Unger e por Luke Perry. Foi inteiramente rodado no Canadà, mais precisamente na região de Vancouver, na Columbia Britânica. A história contada não se afasta muito do tema do filme original, que nos instrói sobre o destino de um pistoleiro profissional, que renuncia à violência, depois de ter encontrado uma namorada quaker...

JIM BOWIE, O HOMEM DO FACALHÃO QUE DEFENDEU EL ALAMO


Imagem ('d'epinal', diria eu) representando Jim Bowie, o inventor do temível facalhão que aqui trás à cintura. Em segundo plano vê-se a missão de El Alamo, construída por religiosos espanhóis do século XVIII nas proximidades de San Antonio, no Texas. Lugar onde Bowie morreu -ao lado do quase lendário Davy Crockett e de todos os outros defensores do edifício- combatendo as tropas do general-presidente Antonio López de Santa-Anna em 6 de Março de 1836. Essa derrota dos texanos galvanizou, no entanto, as tropas independentistas de Sam Houston, que venceu definitivamente o supracitado militar mexicano na batalha de San Jacinto (travada a 21 de Abril de 1836) e arrancou o Texas aos vizinhos do sul. Hollywood consagrou várias películas ao assalto à missão fortificada de El Alamo e à personagem de Jim Bowie. Exemplos mais conhecidos : «Destinos Opostos» (de Gordon Douglas, 1952) e «Álamo» (de John Wayne, 1960).

«FRONTIER PONY EXPRESS»

Filme produzido pela companhia Republic Pictures em 1939. Com o famoso Roy Rogers, que, ao tempo, era uma das vedetas privativas da casa. «FRONTIER PONY EXPRESS» teve realização de Joseph Kane, foi filmado a preto e branco e a sua duração é de 58 minutos. Para além do já referido Roy Rogers, figuram no elenco Mary Hart, Raymond Hatton, Edward Keane, Noble Johnson e Monte Blue. Sinopse : durante a fratricida guerra civil, um partidário da causa sulista arquitecta o plano de se apoderar do ouro da Califórnia, para apoiar a luta dos rebeldes. Para tanto, Lassiter (assim se chama o dissidente) tenta subornar Roy Rogers, que se encontra ao serviço da Pony Express, companhia de correio a cavalo que assegura regularmente o encaminhamento postal entre St. Joseph e Sacramento... Sem surpresas, como era, aliás, apanágio de quase todas fitas protagonizadas pelo dono de 'Trigger'.

«WIND RIVER»

Creio que este filme de Tom Shell -que o realizou em 1998- permanece inédito no nosso país. Produzido por Kenneth Burke e distribuído pela companhia Lions Gate Films, esta película conta, no seu elenco, com a presença dos actores Blake Heron, Karen Allen, A. Martinez, Brandon Baker, Wes Studi e Elizabeth Hansen, entre outros. «WIND RIVER» é um filme colorido e com uma duração de 100 minutos. Conta-nos a história de um jovem colono branco de Utah, que, em finais do século XIX, decide ir viver no seio de uma tribo Shoshone, por cujo modo de vida ele está fascinado. Mas a sua integração nessa comunidade pele-vermelha (em tempo de guerra com os brancos) será duríssima e vai obrigá-lo a fazer uma escolha dramática.

«JESSE JAMES»


«JESSE JAMES» («Frank and Jesse» ) é um filme rodado para a televisão, que teve realização de Robert Boris. Foi estreado em 1994 e a produção recorreu aos serviços de Bob Lowe (Jesse James), Bill Paxton (Frank James), Randy Travis (Cole Younger) e William Atherton (Allan Pinkerton) para que desempenhassem os principais papéis. A história contada é (como já toda a gente percebeu) a dos irmãos James que, de volta da guerra civil, resolveram organizar uma quadrilha de homens armados, para se oporem aos abusos e crimes da tropa e administradores nortistas que ocuparam os antigos territórios da Confederação Sulista. Daí a decidirem assaltar bancos e comboios foi um passo...Enfim, a Oeste nada de novo. Telefilme filmado a cores e com 102 minutos de duração. Já foi transmitido pelos canais da televisão portuguesa.