segunda-feira, 30 de março de 2015

VISÃO DE UM CLÁSSICO : «O CAÇADOR DE ÍNDIOS»

Grande sucesso popular do ano 1955, «O CAÇADOR DE ÍNDIOS» («The Indian Fighter») foi um western produzido pela companhia de Kirk Douglas (a Bryna Production) e distribuído pela United Artists. Com muita acção, actores excelentes e lindíssimas imagens das zonas de rodagem, esta película tinha, pois tudo, para agradar às plateias de cinema dos anos 50, ávidas de exotismo e de 1 hora e 1/2 de felicidade pura roubada à rotina do seu quotidiano. Realizado pelo cineasta de origem magiar André de Toth, este western já faz parte dos clássicos hollywoodianos do género. Aqui sugiro o 'trailer', para uma visualização dos saudosistas do cinema dos Anos de Ouro. Desfrutem...

https://www.youtube.com/watch?v=3qHE1_W8qKE

«TWO GUNS AND A BADGE»

Confundido com um famoso e intimidante pistoleiro, um forasteiro é nomeado xerife de uma cidadezinha do Oeste com problemas de manutenção da ordem. Filmezinho produzido pela companhia Allied Artists (em 1954), «TWO GUNS AND A BADBE» foi realizado por Lewis D. Collins, que faleceria pouco depois de ter rodado esta película. Com Morris Wayne (verdadeiro herói da guerra do Pacífico), Morris Ankrum, Beverly Garland, Roy Barcroft, William Phipps, etc. Fita com fotografia a preto e branco e com 69 minutos de duração. Título brasileiro : «Pistoleiro por Equívoco».

«THE RETRIEVAL»

Só li boas (e mesmo excelentes) críticas sobre este filme de Chris Eska (2013), que eu ainda não tive a oportunidade e o prazer de ver. Trata-se de uma película ambientada na Guerra Civil americana (1861-1865), que nos conta a odisseia de Will, um garoto negro de 13 anos, órfão, que o seu amo (um homem que vive do negócio de escravos) envia para o Norte. Com ordens para infiltrar um grupo de fujões e para comunicar informação sobre o seu paradeiro e facilitar, assim, a sua posterior captura. Mas as coisas não vão correr como pretendia o esclavagista... Com distribuição da companhia Arts + Labor, «THE RETRIEVAL» é uma fita colorida e com 95 minutos de duração. No seu elenco figuram os nomes dos actores Ashton Sanders, Tishuan Scott, Keston John, Bill Oberst Jr., Christine Horn, Afonso Freeman, etc. Inédito em Portugal. No Brasil, foi projectado na 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo com o título «O Resgate».

domingo, 29 de março de 2015

FIÉIS COMPANHEIROS

O cavalo foi um animal indispensável ao vaqueiro no exercício da sua profissão. Por razões óbvias. O cão era, apenas (ou quase sempre), um animal de companhia (mais ou menos agradável) nas longas jornadas de trabalho duro e, por vezes, solitário. Em todas as circunstâncias, ambos reconheciam no cowboy o seu mestre e aguardavam, pacientemente, que este decidisse do programa do dia. A primeira ilustração é uma tela de James Bama e a segunda (mais inabitual) é da autoria de Thomas Lorimer. Dois grandes nomes da 'western art'.

«THE BOUNTY HUNTER»

Precioso western de André de Toth (datado de 1954), que nunca chegou a estrear no nosso país. Vá lá saber-se porquê ? -«THE BOUNTY HUNTER» (que se intitula «Feras Humanas», no Brasil) é uma produção da companhia Warner Bros., colorida e com 79 minutos de duração. As primeiras figuras do cartaz são Randolph Scott, Dolores Dorn, Marie Windsor, Howard Petrie e Ernest Borgnine. A história contada é de um caçador de recompensas -temido por todos os foras-da-lei do Oeste- que é contratado, pela agência Pinkerton, para identificar e prender (no melhor dos casos) três assaltantes de comboios. Curiosidade : foi filmado em 3D.

«CALIFORNIA PASSAGE»

Filme inédito no nosso país. Foi dirigido por Joseph Kane e estreou em 1950. O cartaz exibe os nomes de Forrest Tucker, Adele Mara, Estelita Rodriguez, Jim Davis, Peter Miles, Charkes Kemper, etc. Trata-se de uma produção dos estúdios Republic Pictures, filmada a preto e branco e com 90 minutos de duração. A história começa assim : Betty e Tommy (dois irmãos) são atacados por um bando de pele-vermelhas quando se encontram a caminho da Califórnia. Mas são salvos, no derradeiro momento, por um aventureiro chamado Mike Prescott, que (verdadeiro ou falso ?) tem a péssima reputação de assaltar diligências... O título brasileiro de CALIFORNIA PASSAGE» é «Califórnia, Terra de Cobiça».

«A RAINHA DO CIRCO»

«A RAINHA DO CIRCO» («Annie Get Your Gun») é a versão cinematográfica de uma comédia musical da Broadway -de inspiração western- realizada, em 1950, por George Sidney. O papel principal é assegurado por Betty Hutton, que aqui encarna a figura da famosa atiradora Annie Oakley, vedeta do circo de Buffalo Bill. A estrela contracena aqui com Howard Keel, Louis Calhern, J. Carrol Naish, etc. Excelentes canções com música do compositor Irving Berlin. Produção colorida (e com uma duração de 107 minutos) dos estúdios Metro Goldwyn-Mayer. Reservada aos amadores de operetas. Sem título brasileiro.