domingo, 27 de Julho de 2014

«DINHEIRO POR UM CORPO»

«DINHEIRO POR UM CORPO» («Last of the Badmen») tem a assinatura do cineasta Paul Landres e foi realizado em 1957 para os Artistas Associados. Com George Mongomery, Douglas Kennedy, Keith Larsen, Meg Randall e James Best. A história contada é a seguinte : um grupo de bandidos ajuda um prisioneiro a evadir-se da cadeia e a acompanhá-lo num assalto em que ele é facilmente identificado. O prémio pela sua captura sobe e os fora-da-lei acham que esse é o bom momento para o entregarem ao xerife e receberem a choruda recompensa... Western B, a preto e branco e com uma duração de 79 minutos. Título brasileiro : «Império de Balas».

«SHOWDOWN AT WILLIAMS CREEK»


Western realizado em 1991 por Allan Kroeker e ainda inédito no nosso país. Os principais actores do elenco desta película canadiana -produzida pela British Columbia Films- chamam-se Tom Burlinson, Stephen E. Miller, Michelle Trush, Pascal Bernier, Raymond Burr, Betty Phillips e John Pyper-Ferguson. A cores e com 96 minutos de duração. Com DVD já editado no mercado da América do norte. Sinopse : Em 1880, um antigo oficial do exército britânico instala-se no Canadá para pesquisar ouro. Tendo falhado nessa sua tentativa para fazer fortuna, o nosso herói emigra para os Estados Unidos, onde é gravemente ferido num recontro contra os belicosos Blackfeet. Os seus amigos, julgando-o morto, abandonam o seu corpo em território hostil... Desconheço o título brasileiro desta fita de realização recente. E que eu ainda não tive a oportunidade de ver.

quarta-feira, 2 de Julho de 2014

«AO LONGO DA FRONTEIRA»

«AO LONGO DA FRONTEIRA» («Dakota Incident») é uma fita dirigida por Lewis R. Foster, estreada em 1956. Filmada a cores, tem uma duração de 88 minutos e foi divulgada com a chancela da Republic Pictures. Note-se, no elenco, os nomes de Linda Darnell, Dale Robertson, John Lund, Ward Bond, Regis Toomey, Skip Homeyer e outros 'habitués' do cinema western. Um antigo bandoleiro procura os comparsas que o feriram com um tiro nas costas e o abandonaram no deserto, presumindo-o morto. Um deles é castigado, mas o outro logra escapulir-se. A perseguição, que passa pelo território hostil dos Sioux, vai prosseguir... Título brasileiro : «Código de Armas». Tenho uma velha cópia desta película, gravada de um canal de TV europeu.

«A PATRULHA DA MORTE»

Intitulado «Gun Belt» no país de origem, este western de Ray Nazarro (1953) teve produção e distribuição da companhia United Artists. Não me lembro de ter alguma vez visto «A PATRULHA DA MORTE»; que, a acreditar na opinião dos críticos é de uma banalidade aflitiva. A história versa sobre a vida de um pistoleiro, que pretende regenerar-se. Com fotografia a cores e com uma duração de 1 h 17 minutos. Protagonizado por George Montgomery, Tab Hunter, Helen Westcott, James Millican, John Dehner e Jack Elam. Sem DVD à vista. Título brasileiro : «De Homem para Homem».

«UMA MULHER INDOMÁVEL»

O filme «UMA MULHER INDOMÁVEL» («Frenchie») foi realizado em 1950 por Louis King. Que aqui, nos conta a história de uma aventureira que fez fortuna, em Nova Orleães, explorando uma casa de jogo. De regresso à terra natal -uma turbulenta localidade do Oeste- a bonita e abastada Frenchie vai aliar-se ao xerife local, para tentar descobrir os assassinos de seu pai, falecido em circunstâncias misteriosas 15 anos antes. Western da companhia Universal, colorido e com uma duração de 1 h 21. Principais actores do elenco : Shelley Winters, Joel McCrea, Marie Windsor, Regis Toomey, John Russell, Paul Kelly e Paul E. Burns. Agradável de se ver. Título no Brasil : «Anjo da Vingança».

terça-feira, 1 de Julho de 2014

«A BELA E O RENEGADO»

«A BELA E O RENEGADO» («Ride Vaquero !») teve realização de John Farrow e estreou em 1953. É uma produção da MGM, colorida e com 90 minutos de duração. No topo do cartaz temos os nomes de Robert Taylor, Anthony Quinn, Ava Gardner, Howard Keel, Ted de Corsia e Jack Elam. Excelente western (porventura o melhor jamais dirigido pelo papá de Mia Farrow), que nos conta uma história de amor-ódio entre dois foras-da-lei. A acção decorre na fronteira com o México em finais do século XIX. Tenho uma magnífica cópia DVD desta fita adquirida em França. O titulo brasileiro de «Ride Vaquero !» é idêntico ao usado em Portugal.

«EU JULGAVA-O MORTO MR. JACK»

Esta fita com John Wayne, Maureen O'Hara, Richard Boone, Patrick Wayne, Chis Mitchum, Bobby Vinton, Bruce Cabot e John Agar nos papéis principais, foi realizada, em 1971, por George Sherman. A sua acção decorre no Texas de inícios do século XX e conta a história de um poderoso rancheiro, cujo neto é raptado por uma quadrilha de malfeitores. Que exigem, do avô, uma avultada soma pelo seu resgate. Confesso que «EU JULGAVA-O MORTO MR. JACK» («Big Jake») não é (longe disso !) um dos meus westerns preferidos do 'Duke'. A cores, com 110 minutos de duração. Este filme, co-produzido pela Batjac, foi distribuído pela companhia 20th. Century-Fox. Título brasileiro : «Jake, o Grandão». Largamente editado em vídeo.